segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Serenamente somam-se os segundos...



Serenamente somam-se os segundos,
vendedores de esperança se transformam 
em minutos, horas, dias, meses e anos...
A vida iludida despercebe preocupações,
não se importa com o estrutural,
nem com o gastar do tempo...
Mas o tempo, que abarca senhorio
os segundos, os minutos, as horas,
os dias, os meses e os anos,
é o Curador  dos dons alheios,
Expositor de todos os matizes,
Organizador de todas as visitações,
Marchand dessas obras de arte abstrata
que somos nós... 

5 comentários:

Helena Chiarello disse...

Serenamente somam-se os segundos quando eles marcam um tempo assim, tão especial como esse de estar aqui, seguindo os ponteiros da tua poesia que são verdadeiras obras de arte...

Sempre tão bonito, tão verdadeiro, tão reflexivo e profundo tudo o que escreve, amigamada!!

E eu adooooro!! Lindo esse poema!

Saudade gigante assim, viu?

Beijo, beijo!!

Leninha disse...

Esta melodia,eu a dedico à você,poeta do tempo:

El tiempo que te quede libre
si te es posible,
dedícalo a mí.

A cambio de mi vida entera
o lo que me queda
y que te ofrezco yo.

Atiende preferentemente
a toda esa gente
que te pide amor.

Pero el tiempo que te quede libre
si te es posible
dedícalo a mí.

El tiempo que te quede libre
si te es posible
dedícalo a mi.

No importa que sean dos minutos
o si es uno solo
yo seré feliz;
con tal de que vivamos juntos
lo mejor de todo
dedicado a mi.

Y luego cuando te reclamen
y otra vez te llamen
volveré a decir:
el tiempo que te quede libre
si te es posible dedícalo a mi.


Trouxe para ti a letra...escute-a no You Tube,é linda.

Bjssssss,
Leninha

Elisa T. Campos disse...

Querida Gaivota

Me senti agora como se abarcasse num porto seguro encontrando uma mãe, irmã ou amiga que hà muito tempo não via e precisava ler a sua poesia.

Obrigada por você existir.

beijos

✿ chica disse...

O tempo pode nos mostrar tantas coisas... E ao te ler, é um tempo maravilhosamente bem aproveitado!Lindo,Gaivota!

beijos,chica

Zélia Cunha disse...

Querida,
Muito verdadeiro e profundo! O mesmo tempo que une , também separa, brinca com as nossas vidas como se dono fosse...
Tua poesia é maravilhosa, gosto muito de estar por aqui.
Um grande e carinhoso abraço, amiga.