quarta-feira, 23 de setembro de 2009

A Alma da Nova Estação...



A Alma da Nova Estação...


Prevendo que a manhã chegaria

num resplandecente raio de sol,

já a certeza visitava o coração

avisando que as flores se abririam

festejando a nova estação...

Com desvelo e ternura já se pintavam

desenhando-se nas paisagens leves

que os olhares guardam

como primorosas telas

inspiradas por um ser divino

e manifestadas nos matizes,

como se as cores fossem

sonoras notas vibradas de um violino...

Pronta a montagem do cenário

onde encenam da vida o movimento,

num passo a passo de uma dança, em voares

ou simplesmente levados pelo vento...

É a ressonância do perpétuo Todo

nesta estação que pereniza as essências,

alegra nossa alma e nos mantém a esperança

que nos faz buscadores a viver vivências,

persistência no tecer ninhos,

desapego no mudar rumos

no ato de percorrer caminhos...

Assim é que as primaveras se realizam

e as cores se perfumam...



imagem: Google

16 comentários:

Helena C de Araujo disse...

A alma da nova estação florindo teus versos, retratando de modo perfeito essa tela, esse cenário onde a vida se movimenta e acontece...
Poema lindo, lindo!
E eu sou fã, cada vez mais!
******** Todas, querida amiga!
Beijo grande! Amoooooo!

Chica disse...

É assim que a primavera chega a cada novo ciclo e é assim qu, escrevendo com tanta inspiração e sensibilidade, que renovas as energias dos que te leem. LINDO! beijos,tudo de bom,chica

Úrsula Avner disse...

Olá minha linda, doces versos numa melodia lírica encantadora como a primavera. Bj com carinho.

Sonia Schmorantz disse...

A alma da nova estação está no ar, perfumes, flores, calor e poemas assim, que transmitem esta nova energia!
beijos

Norma Villares disse...

É a estação que conspira o florescimento da alma. Basta inspirar e expirar a energia do novo, assim instalamos a estação de flores e perfumes para embelezar a vida. Abraços primaveris

DILERMArtins disse...

Mas bah, Gaivota.
Na primavera a natureza nos arrebata! Seus versos são um convite para esse arrebatamento.
Obrigado e parabéns.

Bya.moon disse...

Renascer....sempre! Vida.

tereza ferraz disse...

Eis primavera!
Cantada e entoada no tom de quem sente!
Lindo Gaivota!!!
Grata pela presença.

palavras disse...

Com o calor que está não é fácil visulizar...a nova estação.
um abraço
palavras

DILERMArtins disse...

Mas bah, guria.
Aqui já chegou a primavera, nas lá no Só Harkei ainda estamos no inverno...
KD vc?

CarlaSofia disse...

Começa a Primavera para ti e o Outono para mim. Maravilhosas estações, cheias de encanto!
beijinhos*

Isabel José António disse...

Querida Irmã Gaivota,

É o eterno ciclo de renovação que está impresso na Natureza e se expressa desta e de outras mil e uma formas.

O fluir e refluir destes ciclos são eternos.

Um grande abraço, querida irmã.

José António

António Machado disse...

Querida Gaivora,

Lindíssima poesia que aqui postou. Parabéns.

Se quiser ir espreitar o meu blogue tem lá algumas receitas muito saborosas.

Aceite este meu convite e venha espreitar...

Um abraço

António Machado

Anne Lieri disse...

Simplesmente versos maravilhosos de uma alma sensivel e doce!Amei!Bjs,

Lívia Luz disse...

Linda postagem, a primavera brilha tanto que convida a todos caminhar em direção da luz.
Bj

Norma Villares disse...

Tem selinhos pra você. Abraços