quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Karma



Karma


Toda palavra lavra

nossas cotas do infinito,

trava e destrava

realidades infindas...


Circular é o movimento

da partida e da chegada

retornando para a origem

o emitido pensamento...


É um cravo que se crava,

é latente conflito,

é o desejo que desbrava

nossas idas e vindas...

16 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Linda reflexão!
Um abraço

Úrsula Avner disse...

Olá minha linda, encantador poema... de uma beleza lírica e delicadeza poética ímpares... Bj.

Anne Lieri disse...

Gaivota,muito lindo e inspirado poema!Adorei!Bjs,

Chica disse...

Maravilha de reflexão sobre esse tema lindo!beijos,chica

angela disse...

Lindo poema Zen.
beijos

DILERMArtins disse...

Mas bah, guria
Com delicadeza nos mostras os caminhos circulares do Karma, da palavra que não volta para boca, mas se vai com o vento, retornando sentimentos, independente da nossa vontade.
Parabéns,

DILERMArtins disse...

Mas bah, guria
Com delicadeza nos mostras os caminhos circulares do Karma, da palavra que não volta para boca, mas se vai com o vento, retornando sentimentos, independente da nossa vontade.
Parabéns,

Fragmentos de Elliana Alves disse...

O tempo é muito lento para os que esperam
Muito rápido para os que tem medo
Muito longo para os que lamentam
Muito curto para os que festejam
Mas, para os que amam, o tempo é eterno.

William Shakespeare

Silvia Freedom disse...

Uma roda energética....que está no ponto...No ponto em que começa e finda....no UM!
Lindo querida.

CarlaSofia disse...

Olá, esta imagem é linda!
O carma é a malha que tricotamos a cada momento da m«nossa vida.
beijinhos*
~universosquestionáveis~

MAY disse...

Sim, roda de fiar e com ela fiamos sem cessar nossa roupagem em Terra.
Querida, aparece lá no blog que deixei um presentinho pra você!

ONG ALERTA disse...

Estamos todos aqui para ensinar e aprender, mas cada um com suas coisas para passar, as vezes mais duras e sofridas e para uns talvez uma vida mais tranquila, nao podemos mudar a historia mas podemos ter atitudes melhores, paz.

Isabel José António disse...

José António:

Neste ano de 2010, que todos possamos dar passos no caminho do discernimento, da mudança de Paradigma do “ter” para o “SER” e começarmos e conseguir ver cada Ser Humano como uma ALMA num corpo físico e não, como até aqui, como um corpo que “tem” uma alma…

Isabel:

Celebremos com gratidão os que nos deixaram em 2009.
O meu desejo para 2010 é de que tenhamos DISCERNIMENTO para distinguir o que é ESSÊNCIAL daquilo que apenas o parece, que tenhamos BONDADE a lidar com todos, inclusive connosco próprios, que tenhamos CORAGEM para respondermos aos Desafios e eventuais dificuldades que surjam, como OPORTUNIDADES de CRESCIMENTO e de SERVIÇO ao BEM COMUM e que se REALIZEM os nossos MELHORES e MAIS BELOS SONHOS!

Anderson Fabiano disse...

talvez ninguém tenha dito o que me esperava no planeta terra, mas, com toda certeza, me disseram que resgataria as faltas de minhas outras vidas. então, cheguei aqui...
meu carinho,
anderson fabiano
ps: obrigado pela primeira visita ao meu blog! karma?

DILERMArtins disse...

Parabénes por hoje!

André disse...

Toda palavra, todo gesto, mesmo toda intenção. Belo e profundo, pleno de sabedoria. Minha admiração, sábia poetisa.