quinta-feira, 14 de julho de 2011

Um voar conjunto...




Nossa alma é resiliente
quando se entrega
a um voar conjunto,
quando resolve unir forças
e buscar lonjuras...  Infinitos...
Pois então me pergunto:
nasce quando a decisão?
O que pensa o pensamento
arbitrando essa vontade?
É mansidão ou vaidade
que impulsiona o bater asas?
Creio não existir conceituada resposta,
nem irredutíveis argumentos
que expliquem o movimento...
Simplesmente é lucidez concreta
a iluminar num segundo
o que sabemos ser uma ação correta...


É o relembrar, o que sempre soubemos,
é a verdade que temos
plasmada na essência que somos...


imagem: google

7 comentários:

Leninha disse...

Querida Gaivota,as asas de um anjo revoaram por aqui e trouxeram mais claridade ao meu dia.
Bjssssss,Leninha

Zélia Cunha disse...

Amiga, lindo poema. A vida tem mais sentido quando se voa junto.
Beijos
Zelia

Helena Chiarello disse...

Depois do embasbacado inicial (que sempre me "assoma" quando leio você), me veio à mente um trecho de Milton Nascimento que diz:
"Certas canções que ouço cabem tão dentro de mim, que perguntar carece... Por quê não fui eu que fiz"? rsss

É só trocar ali, "certas canções que ouço" por "certos poemas que leio"...

Amiga querida, que coisa linda!
Tuas perguntas são iluminadas, e as respostas, sempre bilhantes!

Amodoroooooooo muito!

Aplausos e "asas" V! V! V! pra essa maravilha!

Um beijo gigante, daqui do meio de uma deliciosa bagunça de mudança... rssss

Amo você!

sandrafofinha disse...

Gaivotadourada te peço ajuda. Vê se contigo acontece igual. Eu ja mudei de conta e parece que acontece a mesma coisa. Tenho o problema exposto no meu blogue http://loveintheair25.blogspot.com amigo vê se me ajudas,eu não sei ja que fazer para comentar nos blogues de que tanto gosto.

Lindalva disse...

e o que somos poderemos continuar a ser se assim quisermos e e senão... Olá amiga hoje é Domingo dia mundial da preguiça, porisso me desculpe, pois parte do meu coment será no copia e cola. Então primeiramente quero dizer que meu blog principal foi e sempre será minha Ilha e aos poucos fui criando Ilhotas, uma delas o Ostra da Poesia, ele era como uma estação do ano, abria as portas quando do evento Pena de Ouro, após o 5º Pena, que terminou a pouco senti que não poderia mais fazer o Ostra hibernar até o próximo evento, assim, para ele dá apenas uns cochilinhos, semanalmente (nos FDS) vou postar uma poesia de um blog amigo, seguidor, ou que por ai nas ondas me encante, inclusive criei um selo pelo momento... espero que você continue visitando o Ostra e agora não precisa votar, só apreciar a poesia do (a) amigo (a) blogueiro (a). Desejo-te um restinho de domingo com poesia e festa, luz e sorriso. ♥☆Jinhosssssssssssssss♥☆

Lindalva disse...

Passei para desejar-te uma semana com Paz e amor...♥☆Jinhosssssssssssssss♥☆

✿ chica disse...

Que lindo isso,Gaivota! Novidade,né? É sempre assim!beijos,chica