domingo, 1 de janeiro de 2012

Onde habita o eterno...



Por serem eternas as almas
há um viver de folhas perenes 
a lhes fazer companhia...


Por serem eternas as almas
há um fluir ruidoso de rio
a lhes cantar canções pelo caminho...


Por serem eternas as almas
há um fulgir de céu noturno
a lhes enfeitar os sonhos...


Por serem eternas as almas
há um ir e vir com esperas
a lhes sinfonizar a música das esferas...


Somente por serem eternas as almas
há no Universo
 um brindar de claves de sol...


Somente por serem eternas as almas...




imagem: Google

6 comentários:

✿ chica disse...

Lindo e bem inspirado,Gaivota! Adoro te ler! beijos,ótima semana,chica

Isabel José António disse...

Querida Irmã Terezinha,

Muito obrigado pela visita e desejamos que em 2012 tenha Paz e muita Harmonia.

Lindo o poema do seu post. Parabéns.

"Por serem eternas as almas"
É também eterna a própria vida
Vem na brisa em tardes calmas
E é a prenda sempre mais querida

Não há morte para a vida
Não há sequer muitas esperas
E os corações dão até guarida
à eterna música das esferas

Um grande abraço e muita paz

José António

Lilá(s) disse...

O poema está lindo mas a imagem soberba!
Bjs

✿ chica disse...

Obrigado,Gaivota!!!um beijo,tudo de bom,chica

Elisa T. Campos disse...

Uau
que poema lindo

bjs

Anne Lieri disse...

Teresa,linda demais as suas poesias nesse blog!Adorei!Bjs e meu carinho!