sexta-feira, 6 de abril de 2012

(En)Frente...


São infindos os instantes que mergulham nos momentos que se jogam no abismo que somos nós... É quando no recolher desse cair que podemos nos olhar de frente e saber quem essêncialmente somos...

Nos instantes desses momentos podemos renascer...


imagem: google

3 comentários:

Elisa T. Campos disse...

E o amor que o filho pregou faz renascer sempre em você essa linda sensibilidade em poetar.

Encantei-me, minha querida amiga.
Beijos.

Arte disse...

Um encanto em forma de versos!

Marcia disse...

Amei tudo aqui!