sábado, 13 de outubro de 2012

Outras Orações...(republicação)




Outras Orações...

Olhos opacos olhando o ontem,
Oscilei, ou optava ordeiramente
Obscurecendo o olhar,
Ou obrigava-me orar oniscientemente...
Outros olhos olharam,
Obtendo outras orientações,
Outras outorgadas opções,
Outras orações...
Ouviram odes oniricamente oriundas
Observando os outeiros otimistas,
Ou ouvindo os organistas obreiros...
Orpheus orféicos orquestradores
Onde ocultaram os ouvidos?
Onde obtiveram ouro orfeônicos?
Ousem...
Ofereçam-me o onipotente olhar onírico...

(republicação)
imagem: Google




4 comentários:

✿ chica disse...

Maravilhosa oração e foto! beijos,linda semana!chica

Júllio Machado disse...

:)

Elisa T. Campos disse...

Lindo. lindo querida gaivota. Quem ousou foi você com este onipotente olhar onírico.

Beijos.

Luiz Alfredo disse...

Ritmos em palavras eruditas
ficam versos de profundos
sentimentos
num belo poema
amei o poema
e parece ser declamado
de uma alma poética
lirica
que ama o uni-verso
e este belo intrigado mundo

mui belo

Luiz Alfredo - poeta