quarta-feira, 30 de abril de 2008

Haikai





nas tardes de outono
bocas manchadas de amora-
vida de quintal








2 comentários:

sementes diárias disse...

São recordações de infância, quando nos enlambuzávamos todas e nos divertíamos tanto saboreando as amoras...Linda recordação em teus versos!Um beijo

SIGRID SPOLZINO disse...

Momentos presentes de um passado distante mas, vivo!!!!! Baci