quarta-feira, 13 de junho de 2012

Toda viagem...




Há um preparar-se para toda viagem...
Inclui-se nisso a espera da partida,
entretanto, introjetado também está
o movimento da volta...
Nesse ir e vir aprende-se
que as distâncias não existem...


imagem: Google

5 comentários:

Leninha disse...

Amiga Terezinha,

Inevitável a lembrança do poeta:

A hora do encontro
É também, despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar
É a vida desse meu lugar
É a vida...

Lindo teu poema,amiga.
Bjsssss perfumados,
Leninha

Elisa T. Campos disse...

Lindo.Lindo.
Também me lembrei da canção Encontros e despedidas.
.....todos os dias é um vai-e-vem a vida se repete na estação...

Terezinha
Viajar é muito bom, mas a alegria da volta também.

Um lindo final de semana para você.
Bjs

Helena Chiarello disse...

E a gente sente que a distância não existe quando a amizade é o caminho, e o querer bem, a direção...

Sempre lindos, profundos e verdadeiros teus pensamentos, amigamada!!

Saudaaaaaaaaade, gaivotinha!!

Um beijo gigante nesse coração iluminado e lindo!

✿ chica disse...

Que coisa linda!palavras e imagem!!DEZ!!beijos,chica e tudo de bom!

Evanir disse...

A distância pode não existir mais porque será que dói tanto as saudades.
Lindo poema belissima imagem grande era minha saudade de estar aqui no seu blog.
Feliz Domingo beijos,Evanir.