segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Águas... ( Os quatro elementos I )


Águas...
Águas que descem do céu,

que rolam no chão,
descansam nos lagos
e pelos rios se vão...

Águas bem-vindas,
que nutri de seiva
o trigo que doura
e transformam-se em pão...

Águas que matam a sede
da fauna e das matas,
as quais recriam e florescem
em perene comunhão...

Águas que tonificam
mantendo a vida,
que rolam nos rostos
numa lágrima caída...

Águas que em leves vapores
pintam telas no céu,
desenhando com nuvens
montanhas, estradas, florestas e flores...

Águas tão andantes assim,
peregrinas ancestrais...
Cristralinas águas
que moram em mim...
  

Astralinas águas
onde mora meu Eu!
Águas...

5 comentários:

FUMADOR disse...

bonito poema adorei.
Passe tb no meu blog

maria disse...

Adorei seu blog;
Vizite-me em:
wwwpoesiasepensamentos.blogspot.com

Um abraço...

Helena C de Araujo disse...

Esse foi outro... Ela disse: "diga uma palavra". Falei "água". Tá aí. Uma maravilha de poema, escrito com o coração e com a alma que é exatamente assim: cristalina. Lindíssimo!!! Beijosss todos!!! De fã e de amiga! rs..

chica disse...

Muito lindo! Escrito com o coração na pontinha dos dedos! um beijo,chica

intelligence disse...

prada purse
prada uk
prada hand bags
miu miu
miu miu handbags