segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Passos em frente...


Deixei na curva do caminho,

quando mudei de rumo no viver,

todos os emperrados desalinhos,

larguei de vez esse não ser...

Deixei também as mágoas tolas,

as queixas, migalhas, a falta da flor,

deixei lá bem trancafiada

a obstinação pela dor...

Olhando agora, assim de longe,

lá na curva do caminho,

ficaram folhas de papel,

quase pergaminhos

rotos, relidos e amassados

pelo tempo amarelados,

abandonados por fim...

Me libertei dessas amarras,

e num profundo respirar

e olhando  para mim,

reeditei  minha escrita...

                              O que deixei,

                               lá na curva do caminho,

                              foi o rascunho

                             (que não passei à limpo)

                             que escrevi de mim...

imagem: caminho

3 comentários:

Helena C de Araujo disse...

Meu Deus do céuuuuuuuuuuu!!! Humilha, vai!!! "Escrevi direto no blog", ela disse. Juro que ela disse isso! Eu fico horas a fio em cima de um rascunho pra ficar bem mais ou menos o que escrevo... E ela vem, toda quietinha, e diz... "Escrevi um bobinho"... Mas deve ter erros, porque escrevi direto no blog... Ahhhhhhhhhhhhhhhh!!! Fala sérioooo!!! O que é esse poema???!!! Medalha de ouro, como você diz!!!! MAAAARRRAAAAVILHOOOOSOOOO!!!
Isso responde tua pergunta??? Aplausos, beijos, aplausos!!! Todos!!!

sementes diárias disse...

Guria, tu tens que apenas voltar a ler aquelas páginas onde não sei o motivo, ainda não publicaste um livro. Isso deve ser revisitado!!!
Que coisa mais linda, texto, imagem bem casadinhas. M-A-R-A-V--I-L-H-O-S-O!!!É isso aí! Tantas coisas deixamos pra trás em nossos caminhos...Desapegar-se é apreender, crescer e juntar para a nova caminhada apenas as que valem a pena!E pra ti, vale a pena um lindo livro!!!Pensa nisso com carinho! Um beijo,Chica

superior disse...

It seems different countries, different cultures, we really can decide things in the same understanding of the difference!
nike shoes