segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

O esconder-se da Poesia...


Estou aqui em minutos imersos,

na espera da sorrateira poesia,

que não quer misturar-se nas letras

para nascer em palavras e versos... 

Se esconde , me escapa,

resvala por entre as valas

que tem o meu coração...

Estou aqui no aguardo,

que se decida pelo aceite

do meu título de crédito,

que me pague, se apresente,

se exponha ao inédito...

Já lhe disse que não tema,

que me venha em alegria

qual criança faria,

brincando num pequeno poema!

imagem: pintar

Um comentário:

chica disse...

Pedido feito, pedido atendido! Ela chegou vestida de gala! Lindo, lindo!!!O que mais? Lindo ainda!!! um beijo,chica