quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Vasculhando gavetas...



Abrimos portas e vasculhamos gavetas
nas limpezas de primavera,
e num impulso fadado
se toma por decisão
remexer nos guardados...
Vamos revendo sentimentos,
emoções ocorridas em tempos já idos,
relembrando momentos vividos,
promessas e iludição,
reavemos amuletos perdidos,
e ao resgatar memórias
se remexe também no coração...
São pequenas coisas que lá estão,
algumas sabidas,
outras nem tanto,
umas guardadas,
outras esquecidas...
                               Assim também é na vida,
                               quando guardamos lembranças,
                               cada pensamento que abrimos
                               recordamos certos enredos,
                               reconhecemos temidos medos
                               e com espanto quase esperado
                               resgatamos o sonho,
                               que deixamos esquecido,
                               numa gaveta trancafiado...

   

imagem: Guardados - Helena C de Araujo


4 comentários:

Helena C de Araujo disse...

Depois eu venho comentar com calma.. rs...
Agora to emocionada.
Amo você, amiga linda!
beijo!

Babes disse...

Que se mantenham as lembranças, as memórias...
Nada há de mais nosso do que os momentos já vividos!


Beijo meu

Chica disse...

E como é bom quando vamos vasculhar e encontramos um papelzinho de bombom que nos fala mais alto, uma fitinha ,um cartãozinho...Lindo,Gaivota, como sempre faz viajar...um beijo,chica

Helena C de Araujo disse...

Sabe, minha amiga...
Você não tem idéia da emoção que foi ler esse poema, por todo o significado que ele tem, pelo que diz, pelas lembranças e associações que fiz, em cada palavra e verso.
Maravilhoso, Te!
E muiiiiito obrigada, minha amiga, pela honra da minha foto no teu blog.. rs...
Te amo!
Um beiiiiiiiiiiiiiiijo!